09 janeiro 2008

prémio edp novos artistas 2007


andré romão (lisboa, 1984) foi o nome escolhido por um júri internacional (josé manuel dos santos, edp; adam budak, curador do museu de graz, áustria e um dos responsáveis pela manifesta de 2008; claude bussac, directora da photo españa; joão queiroz, pintor e vencedor do prémio EDP de desenho, 2000; e manuel costa cabral, director do serviço de belas-artes da fundação calouste gulbenkian), para ganhar os 10.000 euros relativos à sétima edição do prémio EDP novos artistas.

do comunicado da fundação EDP:

"o júri deliberou conceder o prémio EDP novos artistas 2007 a andré romão, justificando a sua escolha pelo equilíbrio entre o aspecto formal e narrativo do trabalho apresentado e pela capacidade de enfrentar e utilizar o espaço de um modo franco e generoso, abrindo-se ao espectador e aceitando e provocando a sua relação com a obra. estas qualidades anunciam a capacidade de desenvolvimento do trabalho futuro do artista, objectivo fundamental deste prémio (...) [andré romão] trabalha sobre o próprio meio e modo de fazer a arte construindo narrativas e reflexões a partir da exploração do desenho, da instalação ou da projecção de imagens-vídeo ou fotográficas que nos colocam numa evidente dimensão de melancolia."

o valor do prémio deve agora ser aplicado na continuidade da formação do artista (licenciado em design e comunicação pela faculdade de belas artes da universidade de lisboa), em viagens de estudo e/ou material para produção de novos projectos.

as propostas dos 9 seleccionados (para além de andré romão, foram seleccionados por delfim sardo, nuno crespo e joão pinharanda, entre cerca de 400 portfolios: andré cepeda, andré sousa, daniel melim, fernando mesquita, gustavo sumpta, mafalda santos, mónica gomes e o colectivo “pizz buin” que integra irene loureiro, rosa baptista, sara santos e vanda madureira) para a edição de 2007 do concurso, podem ainda ser visitada até ao próximo dia 20 no CACE cultural do porto (antiga central eléctrica do freixo). já neste sábado, dia 12, pelas 15 horas, terá lugar uma visita guidada com a presença dos artistas e do comissário joão pinharanda, que dirige os prémios edp.

1 comentário:

diário rasgado disse...

Quando lá estive, na exposição, nem reparei na merda dos candeeiros!